quarta-feira, 29 de março de 2017

(...)
Porque quando a gente briga, me da uma vontade enorme de voltar correndo e dizer o que eu sinto.
E de pular no seu colo, me jogar nos seus braços, e fazer as pazes de uma forma com que meu corpo fique colado no seu, e faça com que nós nos esquecemos do motivo da briga.
Mas então eu apenas olho sua mensagem, bloqueio o celular e tento me conformar que, você nunca vai me dar o que eu espero, e talvez você já tenha encontrado tudo o que precisa em uma outra pessoa.
E por mais que eu goste de você, não significa que tambem goste de sofrer, e nem de implorar atenção, e se te conheço bem, você tambem não.
Sempre que ouço Marcello Gugu lembro da forma boa como você me apresentou, mas tambem lembro de como nossa relação sempre foi parecida com suas letras, pricipalmente aquela que diz: 

"Nossa transa é loucura, coisa de pele
Deixamos marcas de amor em lençóis do IML

(...)

A gente junto estupidez, acabou o encanto
Nossos mimos e carinhos se transformaram em quebranto

Cada um pro seu canto e hoje eu me pergunto a esmo
Nos livrai-nos do mal, seria nos livrai-nos de nós mesmos!??"

E mesmo que nos afastamos ou nos reaproximamos quantas vezes for possivel, sempre vou considerar que "A esperança é quem apaga a luz do salão depois de varrê-lo.
Daqui, as luzes ainda estão acesas, e por tudo que a gente viveu, acho que a gente ainda merece uma dança. (Ajami)"

2 comentários:

  1. Sumindo dnovo em!!! ��������

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Preciso voltar ainda essa semana, com urgência, pois já me sinto uma bomba prestes a explodir hahaha. Obrigada por lembrar ♥

      Excluir